Comportamento Introversão Vida

10 maneiras diferentes como introvertidos interagem com o mundo

10 maneiras diferentes como introvertidos interagem com o mundo
Os introvertidos e extrovertidos podem parecer iguais na superfície. Mas, se você olhar para a forma como eles respondem às ocorrências diárias da vida, as diferenças começam a surgir. Aqui vão as 10 formas de como os introvertidos interagem com o mundo.

Superficialmente, introvertidos e extrovertidos não apresentam grandes diferenças. A diferença é mais sobre como eles responde a estímulos, incluindo a estimulação social. Então, extrovertidos realmente anseiam por grandes quantidades de estímulo, ao passo que os introvertidos sentem-se mais vivos, revigorados e na sua maior capacidade quando eles estão em ambientes silenciosos “.

Aqui estão 10 formas como os introvertidos interagem fisicamente com o mundo ao seu redor diferentemente dos extrovertidos.

  1. Eles afastam-se de multidões.

Uma multidão pode representar barulho, movimentos e congestionamentos capazes de provocar uma avalanche de estímulos para um introvertido. E isso pode drenar-lhes a energia física. Eles acabam se sentindo fisicamente mais isolados do que apoiados pelos seus arredores. E isso pode levá-los a desejarem estar em qualquer lugar, menos naquele mar de gente.

  1. Conversa fiada os estressa, enquanto conversas mais profundas dá-lhes energia.

Enquanto a maioria dos extrovertidos são energizados por tais interações, introvertidos muitas vezes se sentem intimidados, entediados ou esgotados por elas. Não é incomum em grandes conversas um introvertido assumir o papel do ouvinte silencioso e, em seguida, dar um tempo sozinho, uma vez que tenha finalizado. Em última análise, se resume a quanto uma pessoa recebe (ou não recebe) de energia a partir de seu entorno. Em vez disso, os introvertidos preferem conversas mais profundas, muitas vezes sobre ideias filosóficas.

  1. Sucedem no palco – apenas não no bate-papo depois.

“Pelo menos metade das pessoas que falam para ganhar a vida são introvertidas de natureza”, de acordo com Jennifer B. Kahnweiler, Ph.D, uma palestrante, coach executiva profissional certificada e autora de Quiet Influence: The Introverted’s Guide to Making a Difference(sem versão em Português). Eles simplesmente desempenham a partir das suas forças e se preparam extensivamente. Na verdade, alguns dos artistas mais bem sucedidos são introvertidos. Estar em um palco comprova-se muito mais fácil do que as pequenas conversas superficiais que se seguem.

  1. Eles se distraem facilmente, mas raramente se sentem entediados.

Eles se distraem facilmente, mas raramente se sentem entediados.

Se você busca desestabilizar a atenção de uma pessoa introvertida, simplesmente a coloque em uma situação na qual ela se sinta superestimulada.

Por conta da sua sensibilidade aos estímulos externos, introvertidos ficam mais distraídos, e às vezes sobrecarregados, em grandes multidões e em escritórios do tipo open space.

No entanto, quando estão em paz e sossego, eles não têm problema em se dedicar ao passatempo favorito ou mergulhar em um novo livro por horas. Ter esse tempo para cuidar de si próprios ajuda-os a recarregar suas energias/baterias, enquanto desfrutam de uma atividade que já adoram.

  1. Eles são naturalmente atraídos para as carreiras mais criativas, orientadas para o detalhe e solitárias.

Os introvertidos naturalmente preferem passar o tempo sozinhos ou em um grupo pequeno, mergulhando profundamente em uma tarefa de cada vez e tendo o seu tempo quando se trata de tomar decisões e resolver problemas. Portanto, eles se saem melhor em ambientes de trabalho que lhes permitem fazer todas essas coisas. Certas profissões – incluindo escritores, cientistas pesquisadores de campo e trabalhadores em tecnologia – podem dar aos introvertidos o estímulo intelectual que eles desejam sem o ambiente perturbador que eles não gostam.

  1. Quando cercados por pessoas, eles localizam-se perto de uma saída.

Os introvertidos não só se sentem fisicamente desconfortáveis em lugares lotados, mas também fazem o seu melhor para aliviar esse desconforto ficando o mais perto da periferia possível. Quer seja por uma saída, na parte de trás de uma sala de concertos, ou um corredor de linha em um avião, eles evitam estar cercados por pessoas de todos os lados.

  1. Eles pensam antes de falar.

Este é hábito dos introvertidos é que muitas vezes os fazem ganhar boa reputação como ouvintes. É uma segunda natureza deles levar o seu tempo antes de abrirem as suas bocas. Fazem isso refletindo internamente, em vez de pensar em voz alta (o que é mais comum entre os extrovertidos). Eles podem parecer mais quietos e tímidos por causa deste comportamento. Mas isso apenas significa que quando eles falam, as palavras que eles compartilham têm muito mais sabedoria – e por vezes poder – por trás delas.

  1. Eles não assumem o humor de seu ambiente como extrovertidos fazem.

Um estudo 2013 publicado na revista Frontiers in Human Neuroscience descobriu que os extrovertidos e introvertidos processam experiências através de centros de “recompensa” do cérebro de forma bastante diferente. Enquanto extrovertidos muitas vezes sentem uma onda de bem-estar de dopamina relacionadas com os seus arredores, os introvertidos tendem a não experimentar essa mudança. Na verdade, as pessoas que são naturalmente introvertidas não processam recompensas de fatores externos tão fortemente quanto os extrovertidos fazem.

  1. Eles evitam falar ao telefone.

A maioria dos introvertidos barram as suas chamadas de telefone – até mesmo de seus amigos – por várias razões. O toque intrusivo do telefone força-los a abandonar o foco em um projeto atual ou pensamento, e reajustá-lo para algo inesperado. Além disso, a maioria das conversas telefônicas exigem um certo nível de conversa fiada que os introvertidos evitam. Em vez disso, os introvertidos podem deixar as chamadas irem para a caixa postal. Só depois devolvem-nas, quando eles tiverem a energia e atenção para dedicar à conversa.

  1. Eles literalmente encerram quando é hora de ficarem sozinhos.

Cada introvertido tem um limite no que se refere à estimulação. A blogger Kate Bartolotta explica muito bem quando escreve, “Pense em cada um de nós como tendo um copo de energia disponível. Para introvertidos, a maioria das interações sociais esvaziam um pouco da taça em vez de enchê-la da maneira que faz para os extrovertidos. Muitos de nós gosta disso. Estamos felizes em partilhar, e adoramos vê-lo. Quando o copo está vazio, porém, precisamos de algum tempo para reabastecer “.


Sua introversão tem afetado de alguma forma a sua vida, seja nas suas relações, família ou trabalho?

Gostaria de saber mais sobre a introversão e suas características?

Tem dúvidas ou sugestões?

Escreva-me pois eu posso ajudá-lo. Pergunte-me como enviando um email para introvertidamenteblog@gmail.com.


Esse artigo foi útil para você? Se foi, pode ser para outras pessoas também. Curta e compartilhe!


Traduzido a adaptado de The Huffington Post – 10 Ways Introverts Interact Differently With The World

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Marta Leite

Marta Leite
Eu sou uma mãe, esposa, Life e Business Coach. Uma introvertida intuitiva – INFJ - dos Tipos Junguianos. Uma apaixonada, entusiasmada e curiosa pelo Desenvolvimento Humano.

Deixe aqui o seu comentário!

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d bloggers like this: