MBTI Teorias da Personalidade

7 sinais que indicam que você é um infj clássico

7 SINAIS QUE INDICAM QUE VOCÊ É UM INFJ CLÁSSICO

Dos tipos psicológicos do MBTI, eu sou uma INFJ. Esse tipo de personalidade é um dos mais raros e também mais enigmáticos dos tipos do MBTI. Se você também é um INFJ, saberá muito sobre o que eu estou falando. E se já fez um teste e ainda tem dúvidas, aqui vão alguns sinais que indicam que você pode também ser um.


Este artigo é repost do Blog O Poder dos Introvertidos, escrito por José Araújo.

Esta é a primeira vez que vou abordar um tema que geralmente fascina quem se interessa por introversão e pela tipologia Jung/Myers Briggs.

Para saber qual é o seu tipo de personalidade segundo a tipologia Jung/Myers Briggs, clique aqui.

O objectivo hoje é falar do INFJ, um dos 16 tipos da referida tipologia. O INFJ(Introvertido Intuitivo de Sentimento e Julgamento) é o tipo de personalidade mais bem conhecido da tipologia Jung. Frequentemente descrito como sendo o tipo mais profundo, misterioso, misticamente inteligente e de acordo com inúmeras fontes, o mais raro dos 16 tipos com uma incidência de 1% da população. O INFJ é muitas vezes descrito como sendo extremamente privado, difícil de se conhecer, possuindo uma natureza complexa e pode parecer uma pessoa estranha aos olhos dos outros, parecendo extremamente reservado e distante.

De linguagem suave e carácter idealista, os INFJ têm muitas vezes um percurso de vida turbulento, pois são extremamente empáticos e altamente emocionais e sensíveis, passando grande parte do tempo em “rota de colisão” com seus pares, tendo dificuldade em se rever nos objectivos de vida da grande maioria da população. Isto acontece porque por norma, eles nutrem o secreto desejo de fazerem algo por um mundo melhor.

INFJ

Características marcantes do tipo INFJ – Introvertido Intuitivo de Sentimento e Julgamento

Eles não serão certamente o tipo mais apropriado para ser CEO de uma grande empresa. Os mais conhecidos INFJs da história foram na realidade importantes figuras humanitárias como Gandhi, Madre Teresa de Calcutá, ou Martin Luther King. Os INFJ estão muitas vezes envolvidos em voluntariado e outras acções semelhantes.

Ainda assim, como são muito raros, podem passar grande parte da sua vida sem encontrar outros INFJ, com quem possam partilhar as suas características pessoais idênticas (se bem que com as redes sociais, torna-se mais fácil ao INFJ conhecer outros do mesmo tipo), ao mesmo tempo que têm que suportar o criticismo dos que os rodeiam, que preferem frequentemente criticar o INFJ de várias formas, em vez de os procurar compreender.

Será você um INFJ? Sente que ao longo da sua vida sempre foi diferente dos seus amigos e conhecidos de uma maneira que não consegue explicar?

Eis 7 sinais que indicam que você poderá ser um INFJ, sem ter de se dar ao trabalho de responder ao teste.

1. Extremamente privado.

Apesar de acessível, você pode ser uma pessoa descrita como difícil de conhecer, e só se sente à vontade com pessoas com quem já tem uma relação antiga e onde reine grande confiança.

2. Procura significado.

Você precisa compreender o significado das coisas. Nos relacionamentos, no trabalho, não se satisfaz com superficialidade. Dificilmente o INFJ se envolve amorosamente se não houver uma sólida base de sentimentos. O INFJ está comprometido com os ideais de amor romântico e por norma abstém-se de relações fugazes. No trabalho, é comprometido, ético, e dedicado.

3. Múltiplos interesses e crescimento pessoal.

O INFJ tipicamente gosta de aprender e crescer como pessoa, por isso interessa-se em aprender coisas novas. Você poderá então interessar-se por áreas como psicologia, línguas, e outras, sempre com o intuito de melhorar como pessoa o mais possível.

4. Boa comunicação escrita.

Eis um dos traços distintivos do INFJ. O seu talento para comunicação escrita. Hoje sabe-se que alguns grandes autores (como por exemplo J. K. Rowling) são INFJ. Com o seu interesse por literatura que os acompanha desde criança, podem ter domínio forte da expressão escrita, que normalmente é bastante rica e descritiva.

5. Idealista.

Você é fortemente idealista, sonhador, e eventualmente poderá passar dos seus planos à prática. Mas é sempre muito ético, e pode por vezes sentir que os seus ideais são algo “pesados”, como se o estivessem a prender e a impedir de gozar a vida da mesma forma que outras pessoas, que parecem mais despreocupadas e parecem viver sem grande preocupação pelos valores que a si parecem de enorme importância.

6. Empático.

Com a alcunha “o conselheiro”, o INFJ consegue “colocar-se no lugar” das pessoas que estão a sofrer a seu lado. Daí mostra-se extremamente compreensivo e meigo e sensível para com os outros. Você então poderá ser uma pessoa que é procurada pelos amigos para desabafarem consigo. Elas sentem que você é de confiança e irão desabafar detalhes que podem ser bastante íntimos.

amelie-poulain-o-proposito-da-vida.html-1024x576.jpg 7. Sensível.

Um dos grandes problemas do INFJ é que ele reage mal a críticas. INFJs são altamente vulneráveis a críticas e conflitos, e questionar seus motivos é o caminho mais rápido para os levar a perderem a calma. Você como INFJ, poderá ser uma pessoa que reage muito mal a conflitos e tem dificuldades em manter a calma durante uma discussão acesa.

A personagem Amélie Poulain (imagem acima do filme “O fabuloso destino de Amélie”) é apenas mais um exemplo (romanceado) do que é ser INFJ. No filme, o seu idealismo era o motor para ajudar as outras pessoas a alcançarem os seus objectivos. E essa é uma das imagens de marca do INFJ, o compromisso com os seus ideais e o desejo de verem as outras pessoas felizes e a progredirem.

Não é todos os dias que um INFJ cruza o nosso caminho. Mas agora pelo menos sabemos um pouco mais sobre eles.

E você, acha que corresponde ao perfil do INFJ?


Sobre o autor do artigo:

José AraújoJosé Araújo, sou licenciado em Marketing, natural de Santo Tirso, Portugal. Depois de concluir um curso de especialização em Search Engine Marketing, despertei para o interesse em blogues. No meu site, O Poder dos Introvertidos, procuro chegar ao meu público com uma mensagem bem definida. A mensagem de que a introversão é mais um dom que um defeito. Como introvertido que sou, sei como a falta de compreensão e de informação sobre introversão está a condicionar a vida de 25% da população, que se estima introvertida. Fiquem comigo nesta viagem 😉


Se gostou, curta, comente, compartilhe e avalie!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Marta Leite

Marta Leite
Eu sou uma mãe, esposa, Life e Business Coach. Cradora do Programa “Além da Introversão”. Uma introvertida intuitiva – INFJ – dos Tipos Junguianos. Uma apaixonada, entusiasmada e curiosa pelo Desenvolvimento Humano.

Deixe aqui o seu comentário!

%d bloggers like this: