Bem-Estar Saúde Mental

Autismo, Asperger, Solitários e Personalidade Esquizóide (os equívocos que permeiam o termo introversão II)

Autismo, Asperger, Solitários e Personalidade Esquizóide
Escrito por Marta Leite
Autismo, Asperger, Solitários, Personalidade Esquizóide e outros termos têm sido ao longo dos tempos associados à introversão. O que tem dado aos introvertidos uma má fama. O que na verdade difere a introversão de cada um destes outros termos?
Asperger e Autismo

A Síndrome de Asperger está no espectro do Autismo e é uma desordem cerebral que prejudica as habilidades sociais. Pessoas com Asperger possuem dificuldade em ler expressões faciais e responder adequadamente aos sinais sociais. Eles também têm dificuldade em se comunicar. Eles podem ter uma imaginação empobrecida. A inteligência geralmente é normal.

Pessoas com Autismo possuem deficiência em seu sistema de neurônios espelho. Os neurônios-espelhos ativam-se quando uma ação é executada e também quando é observada. Eles criam um mapa do mundo recriando internamente o que é visto externamente. Isto faz com que seja difícil para eles assumirem a perspectiva de outra pessoa e lerem as emoções delas. Pessoas com Asperger podem ser introvertidas ou extrovertidas. A pessoa com Asperger possui déficits sociais, enquanto que introvertidos não.

Solitários

O solitário é muito provavelmente um introvertido, mas um introvertido ao extremo. Os solitários não buscam conexões sociais em doses gerenciáveis. Eles preferem estar sozinhos em todas as circunstâncias. Eles experienciam o melhor do mundo através de uma lente singular e proporcionam suas próprias validações das suas experiências. Eles não necessitam da confirmação de outros.

Assim como os introvertidos, os solitários são consumidos pelas interações sociais. Solitários podem até ter habilidades sociais, mas eles preferem não usá-las. Solitários possuem uma forma extrema de introversão. Eles não desejam solidão para restaurar as energias. Eles desejam solidão como um autêntico fundamento para suas vidas.

Eremitas, Reclusos e Misantropos

Um buscador espiritual recluso meditando nas montanhas do Himalaia é quase certamente um introvertido, mas a maioria dos introvertidos não são nem eremitas, nem reclusos e nem misantropos. Relembre que a maioria dos introvertidos são bem qualificados em ocasiões sociais; eles apenas preferem usar estas habilidades de uma maneira diferente, normalmente tendo pequenas doses de socialização. Se a reclusão é uma forma mais extrema de introversão, eremitas são solitários ao extremo. Eles construíram uma vida separada da sociedade. Eles podem estar vivendo de maneira desconectada. Alguns criminosos infames pertenceram a este grupo e foram e foi confundindo a sua misantropia como introversão que acabou por trazer má fama aos introvertidos.

A maioria dos introvertidos busca conexão social em doses gerenciáveis e nas situações adequadas. Introvertidos são socialmente diferentes, não socialmente deficientes como eremitas, reclusos e misantropos estão destinados a ser.

Transtorno de Personalidade Esquizóide(TPE)

Transtorno de Personalidade Esquizóide é um sério distúrbio de personalidade. É uma separação do mundo exterior, especialmente do mundo dos outros. Existe uma infeliz confusão de introversão com transtorno da personalidade esquizoide. Indivíduos com TPE têm pouco interesse em relacionamentos – uma característica que não é partilhada com introvertidos. Muito embora, a falta de interesse das pessoas com personalidade esquizóide possa ser confundida com o que os extrovertidos percebem como a indiferença nos introvertidos.

Pessoas com TPE tendem a ser solitárias, não apenas para recarregar suas baterias. O esquizóide é emocionalmente frio, desapegado, ou incapaz de demonstrar sentimentos. Isto pode ocorrer ocasionalmente com introvertidos quando eles estão esgotados ou sobrecarregados, mas não é parte do modo de viver do introvertido. De fato, esquizóides possuem dificuldade em mostrar sentimentos dirigidos à outras pessoas. Novamente, isto não é o caso dos introvertidos. Esquizóides têm uma preferência consistente por atividades solitárias, enquanto isto ocorre apenas ocasionalmente com os introvertidos. Esquizóides têm poucas, quando nenhuma, relações mais próximas, e não possuem qualquer interesse nelas. Isto definitivamente não é o caso para os introvertidos.

Introvertidos adoram pessoas; eles não são antissociais, mas sociais nos seus próprios termos. Esquizóides são indiferentes às opiniões dos outros, obtêm pouco prazer das coisas, incluindo sexo, e podem ser avessos às normas sociais. Introvertidos preocupam-se bastante com a opinião dos outros – algumas vezes até bastante – e não têm qualquer problema em desfrutar da vida.

Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

Transtorno Obsessivo-compulsivo (TOC) é um transtorno mental grave que envolve obsessões que são combinadas com rituais compulsivos de algum tipo. Estes rituais podem ser comportamentais, tipo lavar as mãos, ou mental, tipo contar algo. Este componente obsessivo do TOC é descrito como um “bloqueio mental” e é este estado que se assemelha ao nevoeiro cerebral que aflige os introvertidos. Como um introvertido, você pode ter a tendência em permanecer muito tempo “na sua cabeça”. Se estes pensamentos se tornarem intensos, você pode se sentir bloqueado – incapaz de tomar decisões, de se mover, e dolosamente paralisado.  Você pode se sentir aborrecido, mudo e desanimado. Estes pensamentos podem vir tingidos de ansiedade. Por último, os esquizóides possuem uma preocupação excessiva com fantasia e introspecção. A questão principal aqui é a preocupação. Introvertidos possuem um rico e fácil acesso ao seu mundo interior, incluindo a fantasia. Entretanto, não há nada nos introvertidos que faça disto uma preocupação.

A diferença entre introversão e TOC é que este “bloqueio mental” nos introvertidos é temporário e não tão severo quando é para as pessoas TOC.


Nota importante e referência bibliográfica:

Este conteúdo tem como referência o livro The Everything Guide To a Introvert Edge, de Arnie Kozak, e não poder usado para fins de qualquer tipo de diagnóstico. Para tal, deve consultar um profissional especializado em Saúde Mental.


Sua introversão tem afetado de alguma forma a sua vida, seja nas suas relações, família ou trabalho?

Gostaria de saber mais sobre a introversão e suas características?

Tem dúvidas ou sugestões?

Escreva-me pois eu posso ajudá-lo. Pergunte-me como enviando um email para introvertidamenteblog@gmail.com.

PODE TAMBÉM NOS ENVIAR SUA QUESTÃO ATRAVÉS DO FORMULÁRIO ABAIXO:

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Marta Leite

Marta Leite
Eu sou uma mãe, esposa, Life e Business Coach. Uma introvertida intuitiva – INFJ - dos Tipos Junguianos. Uma apaixonada, entusiasmada e curiosa pelo Desenvolvimento Humano.

Deixe aqui o seu comentário!

%d bloggers like this: