Ciência e Personalidade Habilidades e Auto-aprimoramento Vida

Como não usar o seu tipo de personalidade como uma desculpa?

Como não usar a sua personalidade como uma desculpa?
Escrito por Marta Leite
Saber o seu tipo de personalidade é importante e excitante para sua vida, mas isso pode levá-lo a arranjar desculpas para alguns comportamentos desfuncionais.

Aprender seu tipo de personalidade pela primeira vez pode ser emocionante. Talvez você tenha descoberto ele através de um teste online que você fez para se divertir. Ou como uma parte obrigatória do seu trabalho. Em qualquer dos casos, descobrir em qual dos dezesseis tipos de personalidade você se enquadra pode criar um sentimento de auto-entendimento de que nunca experimentou antes. Poderia explicar seus hobbies, a forma como você interage com os outros, e por que você tem algumas manias. O lado escuro de aprender seu tipo de personalidade é que isso também pode dar-lhe um monte de desculpas. De repente, você pode dizer: “Eu não preciso de ir à festa de aniversário do meu primo porque estarão lá muitas pessoas desconhecidas.”

Existem desculpas comuns a cada um dos 16 tipos de personalidade. E estas características baseiam-se em algumas das características mais amplas desse tipo. Como um INFJ, eu posso usar o meu tipo de personalidade como uma desculpa para evitar alguns eventos sociais. Ou até mesmo para a minha intransigência em alguns momentos. Mas eu não acho que agir dessa forma possa ser benéfico para o meu crescimento pessoal.

Claro, só porque você pode usar o seu tipo de como uma desculpa não significa que você deve. A base para a sua personalidade pode ter começado quando estava no útero, mas isto não a torna um manuscrito feito em uma pedra. Até mesmo o mais ferrenho dos introvertidos, como eu, pode empurrar seus limites e ficar melhor em socializar e estar em grandes grupos de pessoas, por um curto período de tempo, pelo menos.

Vamos dar uma olhada nas desculpas que os introvertidos podem dar. Vejamos também o que eles podem fazer para evitar essas desculpas e treinar para empurrar um pouco seus próprios limites.

INTROVERTIDOS

Coisas para as quais introversão não é uma desculpa:

  • Má comunicação ou evitar totalmente a comunicação
  • Não dar a novos conhecidos uma chance
  • Fugir de eventos importantes

Os introvertidos podem evitar essas desculpas. No lugar delas pode optar por:

Praticar comunicação aberta – Quer sendo mais expressivo verbalmente com um parceiro ou não tendo medo de oferecer uma crítica construtiva a um amigo, esses pequenos passos podem ajudar introvertidos a aprender a não temer a comunicação.

Estar disposto a expandir seu (possivelmente pequeno) círculo social para incluir as pessoas certas – Houve um tempo para todos nós quando nem sequer conhecíamos os nossos melhores amigos. Como introvertidos, éramos prudentes em aceitar novos amigos com mais frequência. Mas, viver em sociedade significa que temos por vezes de lubrificar as rodas do convívio humano. De outra forma, ficarão emperradas.

Comprometendo-se a ir para os eventos mais valiosos – Estes podem ser eventos que são importantes para as pessoas que são importantes para eles ou eventos que possam revelar-se benéficos para a carreira ou auto-aperfeiçoamento do introvertido. Isso não significa que terá que ir ao happy hour depois do trabalho todos os dias com os colegas de trabalho. Isso significa ir à festa de Natal do escritório do seu marido se ele quer que você esteja lá. (Especialmente se ele é um introvertido também.)

Localize exatamente  onde reside a sua fronteira introvertida e esteja atento a como isso afeta alguns dos seus comportamentos. Esse pode ser o começo de uma boa relação tanto de você consigo mesmo, quanto de você com as outras pessoas.


Sua introversão tem afetado de alguma forma a sua vida, seja nas suas relações, família ou trabalho?

Gostaria de saber mais sobre a introversão e suas características?

Tem dúvidas ou sugestões?

Escreva-me pois eu posso ajudá-lo. Pergunte-me como enviando um email para introvertidamenteblog@gmail.com.


Esse artigo foi útil para você? Se foi, pode ser para outras pessoas também. Curta, compartilhe, comente e avalie!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Marta Leite

Marta Leite
Eu sou uma mãe, esposa, Life e Business Coach. Uma introvertida intuitiva – INFJ - dos Tipos Junguianos. Uma apaixonada, entusiasmada e curiosa pelo Desenvolvimento Humano.

Deixe aqui o seu comentário!

%d bloggers like this: