Comportamento Habilidades e Auto-aprimoramento Vida

Por que lhe fogem as palavras(e o que fazer quando isso ocorre)?

Por que lhe fogem as palavras(e o que fazer quando isso ocorre)?
Escrito por Marta Leite
Sabe aqueles momentos em que queremos falar algo e dá o famoso “branco”, o que nos deixa ainda mais nervosos? Ou que você não tem aquela resposta na ponta-da-língua, e que ela só sai depois completamente fora do “time”? O que fazer quando nos fogem as palavras?
O problema está na forma como acessamos a memória de longo prazo

Bem, isso é explicado neurologicamente. No livro “As Vantagens de Ser Introvertido” (Tímido em Português do Brasil) a escritora Marti Olsen Laney explica que:

Os introvertidos têm com muita frequência dificuldade em encontrar a palavra que procuram quando falam em voz alta. Os nossos cérebros utilizam muitas áreas diferentes para falar, para ler e para escrever; deste modo a informação necessita de fluir livremente entre as diferentes áreas. A recuperação de palavras pode constituir um problema para os introvertidos, devido ao fato, no seu caso, a informação se mover lentamente.

Uma causa disto é o fato de utilizarmos a memória de longo prazo, que leva mais tempo e requer a associação correta (algo que nos lembre da palavra) para andar para trás e alcançarmos a nossa memória de longo prazo e localizar a palavra exata que pretendemos. Se além disso, estivermos ansiosos, pode ser ainda mais difícil encontrar e articular as palavras. As palavras escritas utilizam diferentes percursos no cérebro, o que pode fluir com grande facilidade.

E isso também explica a nossa facilidade em nos expressarmos mais através da escrita do que verbalmente.

Recuperação de palavras

A memória é complexa, e usa muitas áreas diferentes do cérebro. Nossos cérebros armazenam memórias em vários locais e criam ligações entre eles. Para arrancar algo da memória de longo prazo, precisamos localizar uma associação. A coisa boa é, a maioria de partes da informação na memória de longo prazo foram armazenadas com diversas associações ou chaves para destravá-las. “Se encontramos apenas uma chave, podemos recuperar toda a memória”, escreve Laney.

O que fazer quando “der um branco”?

Quando você se esforça para lembrar uma palavra, um pedaço de informação, ou mesmo o que você fez durante o fim de semana (porque essa pergunta surge em conversa fiada!), Tente estas coisas:

  • Fique quieto e relaxe.
  • Dê a si mesmo permissão para ficar quieto por alguns momentos. Não deixe que a outra pessoa apressar você.
  • Ganhe algum tempo para processar dizendo algo como “Deixe-me pensar sobre isso” ou “Hmm, deixe-me ver…” Ou dê um sinal não-verbal que mostra que você está pensando, como olhar para longe e franzir a testa ligeiramente.
  • Deixe sua mente vagar por um momento e ir onde quiser. Um pensamento pode levar a outro, e um desses pensamentos pode conter a “chave” para desvendar as palavras que você precisa de sua memória de longo prazo.
  • Se tudo mais falhar e as palavras escaparem de você, não se sinta envergonhado – seu cérebro está fazendo o que vem naturalmente a ele, e isso é pausar e refletir. Se você está em silêncio, está em boa companhia com outros introvertidos profundamente pensantes.
  • Então, tente brincar sobre qualquer estranheza na conversa, usando o humor para brincar com o seu estado de língua amarrada, ou dizer que você está um pouco distraído agora, e você vai lembrar disso mais tarde.

Fonte: As Vantagens de Ser Introvertido – Marti Olsen Laney


Sua introversão tem afetado de alguma forma a sua vida, seja nas suas relações, família ou trabalho?

Gostaria de saber mais sobre a introversão e suas características?

Tem dúvidas ou sugestões?

Escreva-me pois eu posso ajudá-lo. Pergunte-me como enviando um email para introvertidamenteblog@gmail.com.

Esse artigo foi útil para você? Se foi, pode ser para outras pessoas também. Curta, compartilhe, comente e avalie!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Marta Leite

Marta Leite
Eu sou uma mãe, esposa, Life e Business Coach. Uma introvertida intuitiva – INFJ - dos Tipos Junguianos. Uma apaixonada, entusiasmada e curiosa pelo Desenvolvimento Humano.

Deixe aqui o seu comentário!

Comentário

%d bloggers like this: