Comportamento Habilidades e Auto-aprimoramento Introversão

Sabia que a sua linguagem corporal fala mais do que a verbal? (Dicas de como melhorá-la)

Escrito por Marta Leite
Uma das dificuldades dos introvertidos tímidos diz respeito à comunicação. Mais especificamente ao que falar, quando falar e como falar. Saber usar a sua linguagem corporal poderá ajudar-lhe bastante.

Muito embora seja fortemente debatido em quanto da comunicação é baseada em pistas não verbais, é uma crença comum de que a comunicação não-verbal é responsável pela maioria da mensagem entregue. Difunde-se que a comunicação se baseia em palavras até 7%, em sons até 38% e na parte visual até 55%. Uma coisa que sabemos com certeza é que a linguagem corporal é bastante importante.

Não é difícil observar o quanto a nossa linguagem corporal reflete o nosso estado interno, principalmente as nossas inseguranças. Quando alguém tímido se expressa verbalmente, isso pode ser acompanhado por mãos ou braços cruzados, ombros fechados e tom de voz baixo. Ao contrário, uma pessoa não tímida terá uma voz em tom normal e uma expressão corporal aberta e receptiva.

Para além de refletir os nossos estados internos, ela pode também determinar a forma como somos percebidos pelas outras pessoas. Em um simples exemplo, a forma como você se posiciona ao falar com alguém pode levar essa pessoa a deduzir se você está interessado nela ou não.

Quer sentir-se alegre? Então, sorria!

Observar a sua linguagem corporal e fazer algumas alterações nela pode ser bastante útil, tanto se você deseja melhorar suas habilidades de comunicação, como para ajudar a alterar os seus estados internos. Como a própria Neurociência mesmo já o confirmou, algumas alterações no nosso corpo podem alterar o nosso estado mental, e vive-versa.

Um exemplo bem comum: se você estiver alegre, experimente fechar os ombros e baixar a cabeça por um determinado tempo e é bem possível que você sinta tristeza. Da mesma forma, se você estiver triste, experimente abrir os ombros e erguer a cabeça por um tempo. É também possível que você experimente no mínimo uma sensação de bem-estar.

Desta forma, mudando a sua linguagem corporal é bem possível que você sinta-se mais relaxado, leve e seguro. Se você sorrir um pouco mais você vai se sentir mais feliz. Se você desacelerar seus movimentos você vai se sentir mais calmo. Seus sentimentos vão realmente reforçar seus novos comportamentos e os sentimentos de estranheza se dissiparão.

Para mudar sua linguagem corporal você deve estar ciente dela. Observe como você se senta, como você se levanta, como você usa mãos e pernas, o que você faz enquanto fala com alguém. Pode também observar como ela expressa o seu estado interior e o quanto isso afeta o seu dia-a-dia e as suas interações sociais.

Aqui vão algumas dicas que podem ajudá-lo e melhorar a sua linguagem corporal.
  1. Não cruzar os braços ou pernas – Você provavelmente já ouviu falar que você não deve cruzar os braços, uma vez isso pode fazer você parecer na defensiva ou vigilante. Isso vale para as pernas também.
  1. Fazer contato com os olhos, mas sem fixar – (Para alguns introvertidos essa questão é bastante sensível) Se há várias pessoas com que você está a falar, dê-lhes algum contato visual para criar uma melhor conexão e ver se eles estão lhe ouvindo. Muito contato visual pode incomodar as pessoas. Nenhum contato visual pode fazer você parecer inseguro. Se você não está acostumado a manter contato visual, pode parecer um pouco difícil ou assustador no começo. Mas continue trabalhando nisso e você vai se acostumar com o tempo.
  1. Relaxar os ombros – Quando você se sente tenso facilmente acaba por criar tensão em seus ombros. Tente relaxar. Tente soltar-se agitando os ombros um pouco e os mova ligeiramente para trás.
  1. Acenar com a cabeça quando alguém estiver falando com você – acene de vez em quando para sinalizar que você está ouvindo. Mas não exagere.
  1. Sorrir e rir – alivie a pressão que põe sobre si mesmo, não se leve muito a sério. Relaxe um pouco, sorria e ria quando alguém disser algo engraçado. As pessoas vão ser muito mais inclinadas a ouvir você, se você parece ser uma pessoa positiva. Sorria quando você for apresentado a alguém, mas que seja um sorriso sincero.
  1. Não toque em seu rosto – isso pode fazer você parecer nervoso, e pode ser uma distração para os ouvintes ou as pessoas na conversa.
  1. Mantenha sua cabeça erguida – Não mantenha os olhos no chão, isso pode fazer você parecer inseguro e um pouco perdido. Mantenha sua cabeça erguida e seus olhos em linha reta em direção ao horizonte.
  1. Mantenha uma boa atitude – por último, mas não menos importante, mantenha uma atitude positiva, aberta e relaxada. O como você se sente virá através de sua linguagem corporal e pode fazer uma grande diferença.

Você pode mudar sua linguagem corporal, mas como todos os novos hábitos leva um tempo para ser incorporado. Lembre-se que você pode ter levado uma vida inteira direcionando seu olhar para os pés – e isso leva tempo para corrigir. Trabalhe um pouco em cada um deles todos os dias.

CURTA TAMBÉM  A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E PARTICIPE DO NOSSO GRUPO:

GRUPO: Grupo Introvertidamente no Facebook.

PÁGINA: Facebook/introvertidamente

E-book Além da Introversão


Pode também fazê-lo preenchendo o formulário a seguir e nos enviando!


Esse artigo foi útil para você? Se foi, pode ser para outras pessoas também. Curta e compartilhe!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Marta Leite

Marta Leite
Eu sou uma mãe, esposa, Life e Business Coach. Cradora do Programa “Além da Introversão”. Uma introvertida intuitiva – INFJ – dos Tipos Junguianos. Uma apaixonada, entusiasmada e curiosa pelo Desenvolvimento Humano.

Deixe aqui o seu comentário!

%d bloggers like this: