Habilidades e Auto-aprimoramento Introversão Vida

6 conselhos de Susan Cain para ajudá-lo com a sua Introversão

6 conselhos de Susan Cain para ajudá-lo com a sua Introversão
Escrito por Marta Leite
Alguns conselhos de Susan Cain para ajudar você a lidar melhor com sua introversão.

É um fato: a introversão ainda um grande desafio, visto que vivemos em uma sociedade que valoriza em excesso a extroversão. Susan Cain, no seu livro “Silêncio – O Poder dos Introvertidos Num Mundo Que Não Para de Falar, reúne alguns conselhos que podem ajudar, tanto aos introvertidos, quanto aos extrovertidos que convivem ou trabalham com eles.

      1. O amor é essencial, o gregarismo é opcional.

      Acarinhe os seus mais chegados e queridos. Trabalhe com colegas de quem goste e que respeite. Explore novos conhecimentos junto daqueles que possam se enquadrar nas categorias anteriores ou cuja companhia lhe agrada por si própria. E não se preocupe em socializar com todos os outros. Um relacionamento faz toda a gente feliz, incluindo os introvertidos, mas pense mais em qualidade do que quantidade.

      1. O segredo da vida é colocar-se sob a luz adequada.

      Para alguns são os holofotes da Broadway ou uma praia ensolarada. Para outros, um candeeiro de mesa. Use os seus poderes naturais de persistência, concentração, pensamento e sensibilidade para fazer o que gosta e que é importante. Resolva problemas, crie arte, pense profundamente.

      1. Descubra qual o contributo que pode dar ao mundo, e faça por concretizá-lo.

      Se isso exigir falar em público, estabeleça redes de contatos ou outras atividades que o façam sentir-se desconfortável e desempenhe-as. Mas aceite que são difíceis. Treine o que for preciso para torná-las mais fáceis e sinta-se recompensado quando as terminar.

      1. Respeite as necessidades de socialização daqueles que ama e as suas de solidão.

      E vice-versa se for um extrovertido.

      1. Passe o seu tempo livre conforme gostar e não da maneira como pensa que seria de esperar.

      Se isso é o que o faz feliz, fique em casa na noite de fim de ano. Falte a uma reunião. atravesse a rua para evitar tagarelice inútil com conhecidos ocasionais. Leia. Cozinhe. Corra. Escreva um romance. Faça um acordo consigo para participar num conjunto de eventos sociais como moeda de troca para não se sentir culpado quando pedir para ser dispensado.

      1. Se os seus filhos são sossegados, ajude-os a conviver com novas situações e novas pessoas, mas para além disso, deixes por conta própria.

      Delicie-se com a originalidade das suas mentes. Tenha orgulho na força das suas convicções e lealdade às suas amizades. Não espere que eles sigam o grupo. Em vez disso, encoraje-os a perseguirem suas paixões, seja o banco do baterista, o campo de futebol ou a poderosa caneta do escritor criativo.


Referências: Silêncio – O Poder dos Introvertidos Num Mundo Que não Para de Falar, de Susan Cain


Sua introversão tem afetado de alguma forma a sua vida, seja nas suas relações, família ou trabalho?

Gostaria de saber mais sobre a introversão e suas características?

Tem dúvidas ou sugestões?

Escreva-me pois eu posso ajudá-lo. Pergunte-me como enviando um email para introvertidamenteblog@gmail.com.


Esse artigo foi útil para você? Se foi, pode ser para outras pessoas também. Curta, compartilhe e comente!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Marta Leite

Marta Leite
Eu sou uma mãe, esposa, Life e Business Coach. Cradora do Programa “Além da Introversão”. Uma introvertida intuitiva – INFJ – dos Tipos Junguianos. Uma apaixonada, entusiasmada e curiosa pelo Desenvolvimento Humano.

Deixe aqui o seu comentário!

%d bloggers like this: