6 CONSEQUÊNCIAS DE SE SER PENSADOR PROFUNDO

Quanto mais a orientação para o nosso interior, mais tendemos a pensar profundamente sobre a vida e as questões que afectam a humanidade. E isso traz algumas consequências.

consequências de se ser um pensador profundo

É importante perceber que quanto mais introvertido se é maior a tendência para se pensar de forma mais profunda. Quanto mais a orientação for para o nosso interior mais preparados estamos para pensar profundamente sobre a vida e sobre as questões que afectam a humanidade. Assim, é comum que muitos introvertidos sejam pensadores profundos.

Isto no entanto pode fazer com que a pessoa pareça um pouco estranha aos olhos das outras pessoas. Ser extremamente intuitivo e introspectivo sempre causou que a pessoa seja mal interpretada e mal julgada. Pensadores profundos podem ter a vida dificultada. Se você é introvertido e pensador profundo eis alguns dos dramas internos com que se poderá deparar.

Conheça o seu Tipo de Personalidade através do instrumento MBTI® Step I™ e MBTI® Step II e descubra as carreiras que mais combinam com e você, aumentando assim as suas chances de realização e sucesso profissional!

1. Sentimento de inadequação.

Num mundo em que reina o consumismo e a ganância, os pensadores profundos sentem-se deslocados, graças ao facto de serem anti-materialistas e espirituais. Torna-se difícil arranjar alguém com quem se identifiquem. Assim é normal que se sintam sozinhos e destacados dos interesses de seus pares.

2. Desinteresse das coisas mundanas e triviais.

Quanto mais introspectivo mais dificuldade se terá em apreciar coisas que fazem parte de uma cultura, digamos… popular. Estão a ver o reality show ou o futebol? Pois bem,  a pessoa poderá sentir dificuldades em perceber como é que é possível desperdiçar tempo com coisas que no fundo, lhe parecem demasiado fúteis.

3. Pessimismo acerca do futuro da humanidade.

Uma vez desinteressado da cultura popular, sobra tempo para reflectir em questões reais e verdadeiramente importantes como por exemplo o desvio das pessoas dos valores e a forma como a ignorância e a superficialidade de uma grande parte da população parece estar a condená-la a um futuro pouco prometedor.

4. As pessoas poderão achar que você é arrogante ou estranho.

Este é um dos problemas principais de se ser um pensador profundo. É o facto de se ser julgado erradamente pelas outras pessoas. Em consequência de sua introversão e de se estar mergulhado nos seus pensamentos sem se abrir com ninguém, e de não apreciar conversas banais de grupo, pode acontecer que a pessoa seja catalogada de anti-social ou mesmo estranha.

5. Tendência para depressão.

Não hajam dúvidas, quando se passa muito tempo dentro de sua mente e a reflectir sobre questões reais que afectam o mundo e a sua própria vida, cair em depressão e em tristeza poderá ser inevitável.

6. Dificuldade em se adaptar ao mundo real.

Estas  pessoas poderão ser as mais interessadas em escapar de uma realidade que não lhes agrada, refugiando-se em livros, ou filmes, ou no ambiente de uma música que lhes agrade. Tudo isto são formas de escape. Nesse escape encontra-se o alívio que se pretende, uma realidade alternativa satisfatória. Ter de voltar à realidade do quotidiano pode ser frustrante e confuso.

No fundo, eu acho que ser um pensador profundo pode ser muito vantajoso e até permitir que se viva uma vida mais cheia e completa. Mas, ser pensador profundo, introspectivo/introvertido ainda acarreta um grande problema e esta é a conclusão geral do post: ainda há uma enorme falta de informação e compreensão sobre introversão. Ser introvertido é o que permite que se seja pensador profundo.

Mas mais importante que outros compreendam que você é um pensador profundo… é que você mesmo o compreenda. 😉

Postado originalmente em: O Poder dos Introvertidos – por José de Araújo

SOBRE A AUTORA

Eu sou Marta LeiteHumanistic Professional Coach – IHCOS®, CEO fundadora do site Introvertidamente. Sou certificada no Indicador de Preferências Psicológicas Instrumento MBTI® Step I™ e MBTI® Step II Myers Briggs Type Indicator®O objetivo do meu trabalho é transformar a vida das pessoas através do autoconhecimento. Ajudando as pessoas – as de tipo de preferência de personalidade introvertida principalmente – a desenvolverem os seus potenciais e a se sentirem confiantes.

Clique aqui para saber mais …

MBTI® e MYERS-BRIGGS TYPE INDICATOR® são marcas registradas, da MBTI® Trust, Inc. nos Estados Unidos e em outros países. Assim sendo, esta ferramenta é restrita ao uso por profissionais qualificados por empresa certificadora autorizada e reconhecida pelo detentor da marca. Nós usamos o Instrumento MBTI® Step I™ e MBTI® Step II Myers Briggs Type Indicator® fornecido pela FELLIPELLI – Instrumentos de Diagnóstico e Desenvolvimento Organizacional Ltda.

Quer compreender mais acerca de si mesmo?

Clique aqui para baixar GRATUITAMENTE  agora mesmo o seu e-Book!