8 estratégias para introvertidos lidarem com os pensamentos excessivos

Nós somos pensadores. E essa é uma das nossas maiores vantagens, pois nos capacita em todas as áreas e contextos em que a habilidade de concentração é uma mais-valia. No entanto, isso nos predispõe a algo bastante indesejável: a preocupação. Como lidar com isso?

Introvertidos adoram introspecção e reflexão. Nós somos pensadores. Pensadores profundos. E essa é uma das nossas maiores vantagens, pois nos capacita em todas as áreas e contextos em que a habilidade de concentração é uma mais-valia. No entanto, isso nos predispõe a algo bastante indesejável: a preocupação.
Não é nada difícil para nós a ruminação, a preocupação e por vezes até os pensamentos negativos.

O que fazer para amenizar isso?

A minha dica desta semana é sobre como sair do redemoinho de pensamentos que se instalam nas nossas mentes tanto no dia-a-dia quanto na hora de tomar decisões e ações!

1. Escreva

A escrita funciona bem para limpar sua mente, processar seus pensamentos e sentimentos e cria um “espaço de retenção” para suas preocupações. Quando você as escreve, você não precisa mantê-las em sua mente constantemente.

2. Planeje um tempo para se preocupar 

Por exemplo, você pode planejar o tempo de preocupação para 8: 00-8: 15 diariamente. Desta forma, você sabe que terá tempo para se preocupar às 8:00. Sempre que você perceber que está se preocupando ou pensando demais, redirecione e lembre-se de que pode pensar sobre esse problema às 8h, mas até lá você está se concentrando em outras coisas. Você pode achar que faz isso repetidamente ao longo do dia; isso está ok. Apenas continue lembrando-se de que o tempo de preocupação é às 8h e use as outras estratégias para ajudá-lo a permanecer no caminho certo.

3. Limite o tempo de se preocupar entre 15 a 30 minutos

Overthinkers precisam colocar limites em torno de suas preocupações!Agora que você programou um horário para pensar ou escrever sobre suas preocupações, também deseja definir um período de tempo predeterminado para isso. É contraproducente agendar a preocupação para as 8:00 e não definir uma hora de término. É importante definir um limite de tempo firme, porque ele pode continuar indefinidamente, a menos que você coloque alguns limites em torno dele. Eu sugiro de 15 a 30 minutos. Isso é suficiente, mas não tanto tempo que toma conta do seu dia.

4. Distraia-se

Distração é uma estratégia simples e eficaz que todos nós usamos. Às vezes, precisamos apenas encontrar outra coisa para fazer ou pensar em desviar sua atenção. Geralmente, uma tarefa mais complexa funciona melhor, mas trabalhar, conversar com um amigo, assistir a um vídeo, ler ou ouvir músicas engraçadas pode ajudar.

Para você manter sua mente calma, fortalecer sua autoconfiança e sentir-se bem na sua própria pele.

Conheça os nossos cursos na UDEMY!

Curso Autoestima na Prática

Construindo Uma Autoconfiança Verdadeira em Passos Simples

Como Alterar Pensamentos Que Geram Sofrimento

Slider

5. Diga a si mesmo firmemente para “parar”

Ocasionalmente, você pode precisar se convencer a parar de pensar em algo. O velho truque de tirar um elástico contra o seu pulso serve ao mesmo propósito. É quase uma chamada de atenção para assustá-lo a pensar ou agir de forma diferente. Salpicos de água fria em seu rosto também podem funcionar.

6. Determine se pode alterar algo

É útil determinar se há algo que você possa fazer sobre suas preocupações. Se houver, faça. Se não, reconheça que está fora de seu controle e tudo o que você pode fazer é processar e aceitar isso – e não alterá-lo.

7. Movimente-se

A atividade física é uma das melhores coisas que você pode fazer pela sua saúde mental. O exercício libera endorfinas no cérebro que fazem você se sentir mais feliz, mais calmo e menos estressado. Melhor ainda é sair para um pequeno exercício. Uma mudança de cenário também ajuda a redirecionar seu pensamento para longe da ruminação e para o que está bem à sua frente.

8. Questione seus pensamentos

Uma das armadilhas comuns dos nossos pensamentos excessivos é que eles, no geral, vêem recheados de distorções cognitivas. Distorções Cognitivas são simplesmente maneiras que nossa mente nos convence de algo que não é realmente verdade. Esses pensamentos imprecisos costumam ser usados ​​para reforçar o pensamento ou as emoções negativas – dizendo a nós mesmos coisas que parecem racionais e precisas, mas na verdade servem apenas para nos mantermos mal com relação a nós mesmos.

Para saber mais sobre como esses padrões de pensamento negativos afetam a nossa e como podemos combatê-los, eu criei um TUTORIAL DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL GRATUITO – COMO ALTERAR PENSAMENTOS QUE GERAM SOFRIMENTO, na UDEMY. Clique na imagem ao lado para acessar GRATUITAMENTE.

Espero que estas dicas lhe ajudem!

Já agora, o overthinking é uma característica sua? Como lida com isso? deixe seu comentário ou partilhe conosco a sua experiência!

A sua introversão traz algum tipo de bloqueio para a sua vida pessoal ou profissional?

Eu sou uma Humanistic Professional Coach IHCOS®, e eu ajudo introvertidos, criativos, e pensadores profundos auxiliando-os a conhecerem a si mesmos, desenvolverem autoestima, capitalizarem as suas forças pessoais e aprenderem  a como florescer em uma cultura amplamente extrovertida. Clique aqui para saber mais!

Gosta do nosso conteúdo?

Assine agora e receba mensalmente as atualizações do nosso site!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Nós não negociamos endereços de email! Você poderá sempre cancelar a sua subscrição!