Como comunicar eficazmente no ambiente de trabalho? – os introvertidos e a carreira parte IV

Nada põe em maior destaque as diferenças entre introvertidos e extrovertidos. Como resolver os dilemas do diálogo introvertidos-extrovertidos no ambiente de trabalho?

Como comunicar eficazmente no ambiente de trabalho? - os introvertidos e a carreira parte IV

Também em podcast e áudio

Todos os ambientes de trabalho são fortalecidos ou enfraquecidos pelas formas como as pessoas utilizam para comunicar umas com as outras. Nada põe em maior destaque as diferenças entre introvertidos e extrovertidos do que os respectivos estilos de comunicação, nem, tal como sabemos, apresenta maior potencial para equívocos. Como resolver os dilemas do diálogo introvertidos-extrovertidos no ambiente de trabalho?

Todas as formas de comunicação requerem energia. A comunicação verbal envolve a forma como falamos, aquilo que prestamos atenção, aquilo que ouvimos e a forma como respondemos. Como já vimos, falar é algo de frequentemente problemático para os introvertidos, visto exigir um depósito de combustível cheio. Os introvertidos têm de possuir boas reservas antes de falar, pois o ato de falar e a procura de palavras para responder aos comentários de outra pessoa esvaziam-lhes rapidamente o depósito.

Preenchendo as lacunas na comunicação introvertidos-extrovertidos

As melhores apostas para comunicar com introvertidos:

  • Falar num tema de cada vez.
  • Perguntar e ficar à escuta.
  • Dar a cada pessoa tempo suficiente para uma resposta.
  • Não terminar as frases de ninguém.
  • Comunicar por escrito, se possível.

Melhores apostas para comunicar com extras:

  • Comunicar oralmente.
  • Deixe-los pensar e falar em voz.
  • Incluir uma grande variedade de temas.
  • Esperar ação imediata.
  • Manter a conversação em andamento.

Na verdade, diversos estudos demonstram que mais de metade daquilo que revelamos acerca de nós mesmos – se somos amigáveis ou não, cooperativos ou distantes, por exemplo – não é transmitido pelas nossas palavras. É veiculado pela nossa linguagem corporal: sorrir, franzir o sobrolho, suspirar, tocar, tamborilar com os dedos, estabelecer contato visual, etc.

A comunicação com os colegas por escrito (ou por correio eletrônico) é mais uma forma de expressar as suas ideias e de se fazer conhecido. Dado que estas metacomunicações, como são designadas, queimam menos combustível, constituem as melhores formas disponíveis para os introvertidos melhorarem as suas comunicações no local de trabalho. O leitor pode vender o seu peixe, mas em modo furtivo. Pode dar mais a conhecer aos seus colegas sobre si e reservar a maior parte da sua “energia”! unicamente para as conversas mais necessárias.

Como falar menos e comunicar mais
  • Sorria quando cumprimentar um colega ou patrão.
  • Acene com a cabeça e mantenha contato visual com o orador, em reuniões de grupos.
  • Incline o corpo em direção ao orador, de modo a mostrar interesse por aquilo que ele está a dizer.
  • Reconheça as diferenças de espaço físico. Por exemplo, poderá dizer: “Vamos deixar a cadeira entre os dois vazia para poder no esticar um bocadinho”.
  • Diga olá e adeus aos seus colegas (parece tão óbvio, mas por vezes esquecemo-nos).
  • Envie bilhetes de agradecimento, e-mails, ou sms aos colegas para os felicitar por uma realização ou para lhes dizer que apreciou algo que eles fizeram.
  • Partilhe artigos que lhe pareça que possa ser interessante para um colega ou o patrão.
  • Felicite as pessoas nas suas datas de aniversários ou outras datas comemorativas importantes na vida delas.
  • Assine tudo aquilo que escrever ou produzir.
Como resolver conflitos

Os conflitos surgem sempre que existam necessidades opostas. Enquanto algumas pessoas (normalmente, os extrovertidos) adoram ver as faíscas saltar, outros (habitualmente os introvertidos) têm aversão ao conflito. Farão tudo para evitar o confronto. Os conflitos gastam-lhes energia, e eles mudam de direção para os evitar.

Mas ignorá-los é em geral um erro. Por um lado, porque o conflito não desaparece. Por outro lado, porque os intros sentem nos seus corpos a ansiedade não resolvida – literalmente. Sentem dores de cabeça, dores de estômago, e uma sensação geral de mal-estar. Visto que os conflitos podem sofrer uma escalada, é sempre boa ideia aprender a lidar com eles desde cedo. Ao fazê-lo, acabará por sentir-se mais confiante.

Pratique os seguintes passos por forma a ser capaz de os dar quando for necessário:
  1. Definir e concordar sobre a natureza do problema;
  2. Compreender de que forma a sua introversão e a extroversão da outra pessoa afetam o problema;
  3. Tentar velocidade do ponto de vista do colega;
  4. Resolver o problema tendo em mente uma perspectiva intro/extro.

E você, como é a sua comunicação com os seus colegas de trabalho? Sua introversão é um fator que interfere nisso?

Semana que vem estaremos aqui de volta.

Abraços,

Marta Leite

Para saber mais, aqui vai os primeiros episódios da série “Os Introvertidos e a Carreira”:

Diferenças Entre Introvertidos e Extrovertidos no Ambiente de Trabalho – Os Introvertidos e a Carreira Parte I

Como se Promover Sem se Sentir Sobreexposto – Os Introvertidos e a Carreira Parte III


Fonte:  A Vantagem Do Tímido  – Marti Olsen Laney

Leitura recomendada!

TEMOS UM E-BOOK PRA VOCÊ!

Baixe já o seu EBOOK GRÁTIS!

Gosta do nosso conteúdo?

Assine agora e receba mensalmente as atualizações do nosso site!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Nós não negociamos endereços de email! Você poderá sempre cancelar a sua subscrição!

Marta Leite - Life e Business Coach

Eu sou Marta Leite, mãe, esposa, Humanistic Professional Coach – IHCOS®, Keirsey Four Temperament Assesment Administrator, produtora e facilitadora de conteúdos de desenvolvimento pessoal para introvertidos e personalidades sutis. CEO fundadora do site Introvertidamente. Sou uma introvertida intuitiva de Carl Jung, uma INFJ do sistema Myers-Briggs e uma Idealista do sistema de personalidades Keirsey.