Como usar a escrita para diminuir os efeitos negativos do overthinking

Como introvertidos, a maior parte de nós experimenta uma conversa interna negativa em uma base frequente. A boa notícia é que nós também dispomos naturalmente de um bom antídoto para lidar com isso: a escrita. Confira dicas de como colocar seus pensamentos no papel ou em um diário.

Como introvertidos, a maior parte de nós experimenta uma conversa interna negativa de tempos em tempos, existe uma ligação entre a introversão e nossa tendência a permanecer na dor auto-infligida, isso é explicado inclusive por estudos de neuroimagem que identificaram que introvertidos mostram um nível mais alto de fluxo sanguíneo na parte do cérebro associada ao diálogo interno.

O problema deste diálogo interno é que ele tende a combinar seus pensamentos conscientes com suas crenças e preconceitos inconscientes. Quando essa conversa é algo sobre coisas positivas, ela pode levar a uma compreensão mais profunda de nós e dos outros. O problema é que ela tende a ser na maior parte das vezes negativa. É aquela conversa insistente, aquele overthinking que nos mantém acordados por horas no meio da noite.

Para você manter sua mente calma, fortalecer sua autoconfiança e sentir-se bem na sua própria pele.

Conheça os nossos cursos na UDEMY!

Curso Autoestima na Prática

Construindo Uma Autoconfiança Verdadeira em Passos Simples

Como Alterar Pensamentos Que Geram Sofrimento

Slider

Usando a escrita a nosso favor

Como introvertidos, escrever é a nossa forma mais confortável auto-expressão. A ideia é fazer de uma das nossas preferências um hábito que pode aliviar a nossa ruminação e consequente ansiedade que deriva dela.

Assim sendo, a escrita pode ser uma excelente ferramenta da qual você pode, e deve, lançar mão. Colocar palavras em uma espécie de registro diário tem sido apontando pela ciência como um hábito que traz resultados positivos e melhorias em sua qualidade de vida.

Da próxima vez que você se sentir ansioso, estressado ou disperso, separe alguns minutos e registre em um papel, ou até mesmo mantenha um diário. Aqui vai uma lista de tópicos que você pode usar como orientação:

1. Como começar

O plano a seguir pode ajudá-lo a escrever seu próprio caminho fora de um local de estresse e encontrar alívio em alguns minutos. Pronto para começar? Pegue uma caneta (ou abra um documento) e aqui vamos nós!

Comece escrevendo por 5 a 15 minutos. Escreva sobre o que está pensando e o que está incomodando:

Escreva sobre suas preocupações, escrevendo por alguns minutos até sentir que escreveu o que precisa ser dito, mas não se aprofundou em um modo de ruminação.

  1. Você pode preferir um computador, um diário ou apenas um bloco e papel; se você estiver usando papel, pule uma ou duas linhas para cada linha usada – isso será útil mais tarde.
  2. Detalhe o que está acontecendo agora, descrevendo os eventos que atualmente estão causando dificuldades. Lembre-se de que, quando nos sentimos ansiosos, às vezes não é o que está acontecendo no momento que está causando estresse, mas suas preocupações com o que poderia acontecer daqui para frente. Se esse é o seu caso, tudo bem; você pode escrever sobre o que está acontecendo no momento e apenas observar que a única parte realmente estressante é a possibilidade do que pode acontecer a seguir. (Isso, de fato, pode ser uma realização que traz algum alívio ao estresse em si.)
  3. Em seguida, escreva sobre suas preocupações e medos e escreva em ordem cronológica. Em outras palavras, comece com um dos estressores que você está enfrentando no presente e explore o que acha que acontecerá a seguir, depois escreva o que teme que aconteça depois disso.
  4. Escreva como isso afetaria você.

Agora que você tem seus pensamentos em ordem, veja o que pode fazer para aliviar parte do estresse e da ansiedade interior.

2. Escrever é o seu caminho para um melhor estado de espírito.

Escrever sobre suas preocupações e medos pode ser útil para tirar esses pensamentos de sua cabeça e abrir sua mente. Em seguida, releia e repense o que você acabou de escrever.

  1. Quando você olhar para o que está preocupando agora, explore suas outras opções. Seria possível que as coisas fossem diferentes agora? Existe algo que você poderia fazer para mudar suas circunstâncias ou seus pensamentos sobre elas
  2. Quando você escrever sobre se aquilo com o que está preocupado poderá vir a acontecer, pense criticamente e tente argumentar consigo mesmo. Escreva qualquer coisa que questione se isso é realmente uma preocupação. Qual a probabilidade de isso acontecer e como você sabe? Você tem certeza? Se o que você teme realmente acontecer, existe a possibilidade de que seja uma experiência menos negativa do que você pensa que seria? Poderia realmente ser um evento neutro ou até positivo? Existe uma maneira de você usar suas circunstâncias para criar um resultado melhor para si mesmo, usando o que você tem à sua disposição e as possíveis mudanças que possam ocorrer? Existe uma mudança que você poderia criar que seria ainda melhor? Você entendeu a ideia? Desafiar seus medos geralmente pode ajudá-lo a aliviar a ansiedade, porque você vê que as coisas têm menos probabilidade de acontecer do que você pensa que têm ou não são tão ruins quanto você pensa que poderiam ser.
  3. Para cada medo ou preocupação, tente escrever pelo menos uma (mas preferencialmente mais) maneira pela qual você poderia pensar de maneira diferente. Gere uma nova história para você, um novo conjunto de possibilidades e escreva-as no papel, ao lado dos medos que estão em sua cabeça agora.
  4. Pode ser útil examinar suas distorções cognitivas para ver como você pode se beneficiar com a mudança dos padrões habituais de pensamento indutor de estresse. No nosso Tutorial de Inteligência Emocional Gratuito, na UDEMY, você aprenderá a identificar seus padrões de pensamentos negativos indutores de estresse e como fazer para eliminá-los.

Espero que esta dica seja útil para você. Voltarei semana que vem com mais um episódio.

Beijos e até lá!

Você pode também gostar!

Quer compreender mais acerca de si mesmo?

Clique aqui para baixar GRATUITAMENTE  agora mesmo o seu e-Book!

A sua introversão traz algum tipo de bloqueio para a sua vida pessoal ou profissional?

Eu sou uma Humanistic Professional Coach IHCOS®, e eu ajudo introvertidos, criativos, e pensadores profundos auxiliando-os a conhecerem a si mesmos, desenvolverem autoestima, capitalizarem as suas forças pessoais e aprenderem  a como florescer em uma cultura amplamente extrovertida. Clique aqui para saber mais!

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe aqui o seu comentário!

Gosta do nosso conteúdo?

Assine agora e receba mensalmente as atualizações do nosso site!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Nós não negociamos endereços de email! Você poderá sempre cancelar a sua subscrição!