Como um introvertido deve se preparar para uma entrevista de emprego

Uma das maiores autoridades no quesito autopromoção para introvertidos, oferece uma lista de itens a serem considerados na hora da preparação para uma entrevista de emprego. Leia e aumente as suas possibilidades de angariar aquela tão sonhada vaga!

Como um introvertido deve se preparar para uma entrevista de emprego

Um dos maiores desafios dos introvertidos está no quesito entrevistas de emprego. Este é, inclusive o tema mais solicitado por parte dos membros do grupo no Facebook. Introversão e carreira sempre um dos meus motes favoritos. Em uma série de pesquisas recentes sobre assunto, encontrei uma série de dicas especialmente direcionadas para introvertidos.

Uma das maiores autoridades no quesito autopromoção para introvertidos, a coach especializada em habilidades de comunicação e escritora do livro Self-Promotion for Introverts: The Quiet Guide to Getting Ahead, Nancy Ancowitz, no seu site de mesmo nome do livro, oferece uma lista de itens a serem considerados na hora da preparação para uma entrevista de trabalho.

Segundo Nancy, o primeiro contato com um futuro empregador seu pode perfeitamente ser comparado a um encontro às cegas, onde a primeira impressão passa a ser o elemento mais importante.

  • Que tipo de primeira impressão você quer deixar?
  • Como é sua postura?
  • Seu aperto de mão?
  • Seu contato visual?
  • Como você pode descontrair e ser formal ao mesmo tempo?
  • Como ser autoconfiante, sem parecer arrogante?
  • E onde você traça a linha entre declarar suas realizações e se gabar?

1. ESTEJA PREPARADO.

Prepare-se mentalmente para a entrevista. Faça sua pesquisa sobre a empresa, a posição e qualquer outra coisa sobre a empresa que esteja entrevistando você. Encontre os pontos-chave sobre pelos quais você é o candidato perfeito para o trabalho. É claro que a preparação pode ajudar tanto os introvertidos quanto os extrovertidos. No entanto, como estamos mais inclinados a pensar antes de falar, é de particular importância para os introvertidos. Mais uma dica: prepare algumas perguntas para fazer ao entrevistador; você aprenderá mais e demonstrará que fez sua lição de casa.

2. FILME A SI PRÓPRIO SIMULANDO PARTICIPAR EM UMA ENTREVISTA.

Encontre um colega ou amigo e faça uma entrevista simulada. Realmente ajuda a se ver.” Essa é estratégias é das mais úteis. Muitas habilidades podem ser treinadas com esta estratégia, não apenas para as entrevistas de emprego quanto para treinar o falar em público.

3. MOSTRE ENTUSIASMO.

Um introvertido pode ser um pouco sério e reservado. Mas, transmita seu entusiasmo pela posição. Isso pode ser difícil para um introvertido. Isso significa que você deve fingir entusiasmo se não estiver interessado em um emprego? Obviamente, você não quer ser insincero sobre isso, mas concentre-se em algum aspecto do trabalho que realmente o entusiasme.

4. CONECETE-SE COM O ENTREVISTADOR.

Mesmo que você não costume se relacionar facilmente com as pessoas em um primeiro contato, faça um esforço para encontrar uma maneira de se conectar com o entrevistador. Pode usar, por exemplo, algumas dicas de conversação fornecidas aqui mesmo no nosso blog. Faça o esforço. Vai valer a pena.

5. PREPARE-SE PARA PERGUNTAS DIFÍCEIS.

Prepare-se para perguntas do tipo: ‘Fale-me sobre uma época em que as coisas não funcionaram tão bem quanto você esperava’, que é uma maneira educada de dizer: ‘Diga-me como você falhou, o que você aprendeu com isso e o que você faria de diferente na próxima vez?’ Pode explicar quando isso ocorreu, acrescentando no final qual foi o aprendizado adquirido com essa experiência. Caso o entrevistador o surpreenda com uma pergunta difícil que o coloca em um loop? Está tudo bem parar e fazer uma breve pausa.

6. PREPARE-SE PARA FALAR SOBRE SUAS FRAQUEZAS.

Responder à pergunta “Quais os seus pontos fracos?” numa entrevista de emprego é uma tarefa muito difícil. Por esta altura, já explicou ao recrutador quais as suas competências e pontos fortes. Mas falta ainda a responder à questão mais temida.

O que o recrutador pretende perceber é a forma como ultrapassou obstáculos no passado. “Será que este candidato se consegue adaptar e melhorar?”. Para o recrutador, é importante saber se as críticas construtivas surtirão efeito, isto é, se o profissional melhorará pontos menos positivos. Saiba como falar sobre as suas fraquezas, segundo a Forbes:

  • Conheça as suas fraquezas: Conheça devidamente os seus pontos fortes e fraquezas. Se possível, peça a amigos e familiares para lhe apontarem defeitos que possam ter impacto a nível profissional.
  • Seja honesto, mas não mencione skills necessários para a função: Todas as suas respostas devem ser honestas. É importante, no entanto, que não mencione como fraqueza a falta de uma competência obrigatória à função a que se candidata (por exemplo: dizer que não é pontual, quando a vaga implica reunir com clientes frequentemente). Para evitar mencionar uma fraqueza que acabará com as hipóteses de ser escolhido, reveja o anúncio de emprego.
  • Na entrevista de emprego, explique como ultrapassou os seus pontos fracos: Não mencione fraquezas que ainda está a tentar ultrapassar. Opte por demonstrar a forma como se apercebeu de um ponto fraco, o que fez para melhorar e o resultado. Por exemplo: “Tenho alguma dificuldade com a ortografia. Por isso, tenho sempre um dicionário online aberto. Assim, garanto que nunca dou erros.”
  • Não prepare integralmente uma resposta: Esteja preparado para responder a todas as perguntas da entrevista de emprego. Modifique o seu discurso de acordo com o recrutador e o rumo que a conversa está a seguir. Se a sua resposta for muito ensaiada poderá não parecer natural, o que deixará o empregador de “pé atrás.”
  • Mencione somente fraquezas a nível profissional:O que interessa ao recrutador é a forma como ultrapassou uma fraqueza a nível profissional. Não fale das suas fraquezas a nível pessoal.
  • Não diga “sou perfeccionista” ou “trabalho demais”: As respostas mais comuns são “sou perfeccionista” ou “trabalho de mais”… mas a realidade é que raramente estes são pontos fracos. Seja franco e mencione uma fraqueza real. Não se esqueça de falar na forma como solucionou o seu problema!

7. SEJA SUSCINTO.

Em geral, evite se estender por muito tempo. E se você acha que uma de suas respostas pode ter sido curta demais, pare e pergunte: ‘Já respondi a sua pergunta?'” Lembre-se que uma entrevista é uma oportunidade para o gerente de contratação ter um vislumbre do seu processo de raciocínio, solução de problemas habilidades, atitudes e valores.

Faça um acompanhamento ao seu processo de recrutamento e continue a mostrar o seu entusiasmo relativamente à vaga de emprego, mas evite parecer desesperado. Lembre-se: faça esse follow up na altura certa!

O que você aprendeu sobre entrevistas para empregos como introvertido? Deixe aqui o seu comentário!

FontesInterview and Get the Job – Self- Promotion For Introverts

Como responder à pergunta “Quais os seus pontos fracos?” na entrevista de emprego

Self-Promotion for Introverts: The Quiet Guide to Getting Ahead

Leitura recomendada.

Só recomendo conteúdo de fontes que considero úteis e relevantes.

Quer compreender mais acerca de si mesmo? Temos um e-Book para você!

Baixe já o seu EBOOK GRÁTIS!

A sua introversão traz algum tipo de bloqueio para a sua vida pessoal ou profissional?

Pode também enviar o formulário abaixo com sua questão!

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe aqui o seu comentário!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Gosta do nosso conteúdo?

Assine agora e receba mensalmente as atualizações do nosso site!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Nós não negociamos endereços de email! Você poderá sempre cancelar a sua subscrição!

Marta Leite - Life e Business Coach

Eu sou Marta Leite, mãe, esposa, Humanistic Professional Coach – IHCOS®, Keirsey Four Temperament Assesment Administrator, produtora e facilitadora de conteúdos de desenvolvimento pessoal para introvertidos e personalidades sutis. CEO fundadora do site Introvertidamente. Sou uma introvertida intuitiva de Carl Jung, uma INFJ do sistema Myers-Briggs e uma Idealista do sistema de personalidades Keirsey.