Extroversão Introversão Saúde Mental

Introversão, extroversão e suas relações com a ansiedade social e timidez

Introversão, extroversão e suas relações com a ansiedade social e timidez
Escrito por Marta Leite
A timidez e a introversão são constantemente confundidas. Isso ocorre porque as características de ambas se sobrepõem – mas existe uma importante diferença. Perceba quais as relações surpreendentes entre a introversão e extroversão com a timidez e ansiedade social.

Se você é um Introvertido, então é provável que você tenha sido chamado de “tímido” em mais de uma ocasião. Na verdade, você pode ter se referido a si mesmo como tímido, para explicar sua reticência para participar de festas ou participar de conversas casuais com colegas de trabalho ou estranhos.

Enquanto muitos Introvertidos podem ser classificados como tímidos, no entanto, os dois conceitos não são exatamente os mesmos. Isto é especialmente verdadeiro se estamos falando sobre a forma mais grave de timidez conhecida como Transtorno de Ansiedade Social (TAS). Ela é, inclusive, uma condição que afeta muitas pessoas em todo o mundo.


Para saber mais sobre a diferença entre  introversão e timidez por um especialista, clique aqui!


A timidez é um efeito colateral da ansiedade social, e quando essa ansiedade atinge o nível clinicamente diagnosticável, ela é uma mudança de vida. Você nunca usaria a palavra “sofrer” para descrever os sentimentos de um introvertido. Mas você absolutamente pode usá-la para descrever as dificuldades pessoais que as pessoas com experiência de transtorno de ansiedade social em uma base semi-regular.

Semelhanças de superfície de lado, introversão não é timidez e timidez não é introversão. A ansiedade social existe independentemente da introversão, e isso significa que todo tipo de personalidade, incluindo aqueles que caem sob o guarda-chuva da extroversão, poderiam sofrer de seus efeitos.

Pode soar como uma contradição, mas os Extrovertidos tímidos existem – na verdade, você pode encontrá-los em toda parte. Se assumirmos que a timidez é distribuída uniformemente por toda a população, até metade de todas as pessoas tímidas ou socialmente ansiosas podem realmente ser Extrovertidas, apesar das aparências em contrário.

Introvertidos tímidos: onde a introversão termina e a ansiedade social começa

Se você é introvertido e também cronicamente tímido, pode nunca ter lhe ocorrido ver os dois como distintos. Isso é compreensível, uma vez que pessoas diagnosticadas com transtorno de ansiedade social e aqueles que se atestam como introvertidos em uma avaliação de tipo de personalidade compartilham vários comportamentos e características.

Compare uma pessoa rotulada como “tímido” com o típico introvertido (I) e você provavelmente descobrirá que:

  • Cada um prefere passar uma boa quantidade de tempo sozinho.
  • Cada um era conhecido como uma criança incomumente silenciosa.
  • Cada um deles geralmente evita socializar com estranhos em festas, em filas de supermercado, em ônibus ou em qualquer outro lugar onde eles podem encontrar novas pessoas.
  • Cada um tem uma tendência a ficar silenciosamente localizado ao fundo quando eles estão em público.
  • Cada um tem a reputação de ser gentil, de fala suave e de melhor ouvir do que expressar suas opiniões.
  • Cada um tem passatempos solitários que não exigem que outros participem ou estejam presentes.
  • Cada um tem um círculo relativamente pequeno de amigos íntimos ou familiares com quem eles falam com frequência.
Onde está a diferença?

Apesar de tais semelhanças, há uma grande diferença. Enquanto os introvertidos escolhem seus estilos de vida e comportamentos por sua própria vontade, as pessoas tímidas/socialmente ansiosas estão simplesmente fazendo o melhor para lidar com seu estresse e limitam sua exposição a situações onde eles temem ser criticados ou julgados. A autoconsciência excessiva é a marca número um da ansiedade social, e isso não é um traço associado à introversão.

Timidez e introversão podem parecer estar em conformidade, mas elas realmente não estão. Mesmo o mais naturalmente introvertido sofredor de ansiedade social irá dizer-lhe que muitas vezes se retira de situações sociais, não porque ele queira, mas porque ele tem que, a fim de se proteger de desastres.

Esse sentimento pode ser difícil de entender para aqueles que nunca experimentaram ansiedade social significativa. Mas se você sofre de qualquer tipo de fobia – um medo extremo de alturas, água, aranhas, palhaços, elevadores, você a conhece – você provavelmente foi oprimido pela mesma onda de sintomas assustadores e incapacitantes que as vítimas de transtorno de ansiedade social experimentam em muitas situações sociais.

Às vezes é realmente ruim, e esse tipo de forte reação emocional a outros seres humanos não tem nenhuma conexão com o traço de personalidade da introversão.

Extrovertidos Tímidos: Vivendo a contradição

Extravertidos que sofrem de timidez muitas vezes carregam um pesado fardo, já que a ansiedade social está claramente e irrevogavelmente em conflito com a inclinação de um Extrovertido de procurar outras pessoas como fontes de alegria, inspiração e energia.

Uma questão para Extrovertidos tímidos é realmente perceber e reconhecer a verdade sobre quem eles realmente são. Muitos Extrovertidos tímidos apenas supõem que são Introvertidos, comprando a ideia de que a timidez e a introversão são dois lados da mesma moeda.

Esses homens e mulheres confundem suas inibições com seus desejos e permanecerão alienados de sua verdadeira natureza enquanto continuarem cometendo esse erro. Depressão frequentemente co-ocorre com o transtorno de ansiedade social, e tímidos Extrovertidos podem estar especialmente em risco se eles não conseguem entender o quanto eles realmente precisam de contato social, a fim de encontrar a realização.

Durante episódios onde a ansiedade social assume o controle, Extrovertidos não sofrerão mais do que Introvertidos. Estes últimos também desejam um contato humano significativo e uma existência livre de autoconsciência e, quando não se sentem seguros ou livres para buscar novas relações ou expressar seus verdadeiros sentimentos, podem sofrer intensamente por causa disso.

Não obstante, os Extravertidos tímidos experimentam as frustrações da ansiedade social em uma escala mais larga das situações do que Introvertidos com a mesma circunstância.

Introvertidos Tímidos vs. Extrovertidos Tímidos: Quem leva a pior?

Uma vez que os introvertidos tendem a evitar o contato humano, seria fácil concluir que os Extrovertidos tímidos estão pior do que Introvertidos tímidos.

Na superfície esta vista parece válida, mas isso não parece ser preciso. Quando as pessoas forçam-se a organizar suas vidas em torno da timidez, elas estão conscientes das limitações impostas diariamente. E elas nunca param de desejar que as coisas possam ser diferentes. Este é o caso se você é um Introvertido procurando algumas relações íntimas. E também se é um Extravertido desejando um maior nível de imersão no meio social.

Introvertido ou extrovertido, quando você se encontra em situações específicas que desencadeiam sua ansiedade social, você estará agonizantemente ciente do que está acontecendo. E você nunca vai parar de odiá-la, não importa quantas vezes você venha a experimentá-la.

O que você pode fazer?

A ansiedade social é uma parte de sua realidade? Saiba que você nunca estará em paz com ela. E você estará sempre procurando estratégias para superá-la. De que forma?

  • Faça cursos sobre aprimoramento de autoestima ou falar em público.
  • Experimentar com todos os tipos de técnicas de cura mente-corpo. Sejam elas: meditação, auto-hipnose, Yoga, Tai Chi, etc. A ideia é tentar aprender a gerenciar suas respostas ao estresse.
  • Junte-se a fóruns da Internet ou inscreva-se para sites de amizade/romance on-line. É uma forma de encontrar pessoas e ainda preservar seu anonimato, pelo menos até que você esteja confortável revelando-se mais.
  • Leve amigos íntimos (se você tiver algum) ou membros da família para acompanhá-lo em eventos sociais. Esta é uma boa estratégia para aumentar o seu nível de confiança.
  • Leia inúmeros livros de autoajuda e procure oportunidades do mundo real para aplicar as sugestões dos autores.
  • Consulte terapeutas que se especializam em tratamentos de ansiedade social, ou mesmo tome medicamentos para TAS prescrito por psiquiatras.

Não importa qual seja o seu tipo de personalidade, com a ansiedade social é difícil de se viver. Se você a experimenta de forma forte e crônica, você vai passar anos lutando para fugir dela.

Mas fugir das garras da ansiedade social é sempre possível. Só precisa ser paciente, persistente e se recusar a ceder a autodúvida. Aceite o fato de que a mudança leva tempo e o tempo estará do seu lado, independentemente de onde você cai no espectro da introversão/extroversão.


Traduzido e adaptado de: Truity’s Personality and Careers Blog – truity.com 

Outras referências:

Timidez é diferente de Introversão (pelo especialista Bernardo Carducci)

Overcoming Social Anxiety And Shyness – Gillian Butler


Sua introversão tem afetado de alguma forma a sua vida, seja nas suas relações, família ou trabalho?

Gostaria de saber mais sobre a introversão e suas características?

Tem dúvidas ou sugestões?

Escreva-me pois eu posso ajudá-lo. Pergunte-me como enviando um email para introvertidamenteblog@gmail.com.

PODE TAMBÉM NOS ENVIAR SUA QUESTÃO ATRAVÉS DO FORMULÁRIO ABAIXO:


Esse artigo foi útil para você? Se foi, pode ser para outras pessoas também. Curta, comente e  compartilhe!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Marta Leite

Marta Leite
Eu sou uma mãe, esposa, Life e Business Coach. Cradora do Programa “Além da Introversão”. Uma introvertida intuitiva – INFJ – dos Tipos Junguianos. Uma apaixonada, entusiasmada e curiosa pelo Desenvolvimento Humano.

Deixe aqui o seu comentário!

%d bloggers like this: