Introvertidamente

Minicurso Primeiros Passos Para Construir Autoestima

Parte 1- Seu Crítico Interno e Como Desarmá-lo

Reconhecendo a existência do seu crítico interno.

 Você pode ter muitos pensamentos críticos, ou até poucos. Ter um crítico interno pode ser uma coisa boa. Pense sobre isso: eles podem lhe ajudar a corrigir coisas sobre si mesmo que você não gosta ou não quer. Os pensamentos desagradáveis, bem, estes podem dar cabo da sua autoconfiança – duramente! Quando algo não parece bem dentro de você, grandes são as chances do seu crítico interno está trabalhando incessantemente.

Seus pensamentos não são “verdade”. Eles são apenas pensamentos que você está tendo. Deixe-os vir, deixe-os passar, mantenha-se buscando por sentimentos melhores e mais positivos. No começo, pode parecer difícil – como também foi para mim. Mas, com a prática e o esforço perceberá que você conseguirá também.

Qual a razão destes monstros serem mentirosos tão convincentes?

Eles vêm de você. Você inconscientemente os criou e acreditou que eles são verdadeiros. Eu quero lhe pedir que os re-pense ativamente e com muita persistência.

 Você pode mudar seus pensamentos sempre que você desejar. Por exemplo, sempre que você pensar:

“Eu sou um fracassado”. 

“Eu nunca vou conseguir aprender como se faz isso”. 

Tente alterar este pensamento para um melhor, tipo:

“Eu consigo fazer isso. Eu apenas preciso mergulhar nisso o tempo necessário para aprender.” 

Agora, como é o seu crítico interno?

 Como é o seu diálogo interno crítico? Como é aquilo que se poderia chamar de seu crítico interior? Como é e o que diz essa voz persistente que é o verdadeiro sabotador das suas conquistas pessoais?

Seu crítico interior é a voz que lhe diz que:

  Você é inadequado.

  Ninguém realmente gosta de você por quem você é.

  Que você não é uma pessoa atraente ou interessante.

  Que você nunca será “alguém na vida”.

  Que você não tem qualquer talento.

  Que não conseguirá lidar com tantos desafios na vida.

Esses são apenas alguns exemplos comuns. O crítico interno tem muitas regras e deve querer que você esteja à altura. Mesmo que isso faça com que você se torne alguém que simplesmente não é você.

Nem sempre é fácil entender que é seu crítico interior, que é essa parte de você que o está a pressionar. Para muitos, tornou-se uma parte perfeitamente normal do diálogo interno cotidiano.

São essas afirmações imprecisas, distorcidas e negativas que você está fazendo sobre si mesmo que estão presentes desde o começo do seu dia até a hora de novamente deitar.

RESUMINDO…

Todos nós temos temos uma voz interna crítica. E essa voz acaba por nos ajudar em alguns momentos das nossas vidas. Porém, quando estes pensamentos desagradáveis podem minar a nossa autoestima e autoconfiança.

Esses pensamentos negativos e autocríticos não são “verdades”. Eles são apenas pensamentos e você pode substituí-los por outros melhores e mais produtivos.

Esses pensamentos vêm de você. Você inconscientemente os criou e acreditou que eles são verdadeiros, portanto, você pode repensá-los.

Seu crítico interno é voz que lhe diz coisas como: “Você é inadequado” “Ninguém realmente gosta de você por quem você é” “Que você não é uma pessoa atraente ou interessante”, etc.

Embora tenham se tornado parte perfeitamente normal do seu cotidiano, seus pensamentos críticos nada mais são do que afirmações imprecisas, distorcidas e negativas que você está fazendo sobre si mesmo na maior parte do seu dia.

Vamos adorar ouvir você. Dúvidas, críticas e sugestões, por favor envie-nos através deste formulário!

Lições do Curso

  • Parte 2

    Como nasce o seu crítico interno?

  • Parte 3

    Dialogando com seu crítico interno – 2 técnicas essenciais

  • Parte 4

    Disponível em breve!