Os 5 segredos de introvertidos felizes

Os 5 segredos de introvertidos felizes

Os 5 segredos de introvertidos felizes

Introvertidos felizes apreciam a si próprios e cuidam da sua natureza. Aqui vão 5 atitudes de introvertidos que buscam cultivar felicidade no seu dia-a-dia!

Os 5 segredos de introvertidos felizes

1. Crie um cronograma amigável para Introvertidos.

O cérebro de um introvertido é diferente de um extrovertido. É mais sensível à estimulação e, consequentemente, cansa-se rapidamente quando está envolvido em demasiada atividade ou interação com as pessoas. É por isso que os introvertidos felizes aumentam o tempo de inatividade em suas agendas. Eles arrumam tempo para ficar sozinhos a cada dia, semana, mês e ano, para que possam ter o melhor desempenho.

 

Os introvertidos felizes sabem que não há nada errado com paz e sossego regulares e sabem da importância de manejar as suas próprias reservas energéticas. Eles precisam se recarregar para se conectar bem com amigos, familiares e colegas de trabalho e se envolver totalmente em seu trabalho.

2. Cultive algumas amizades próximas.

Os introvertidos felizes não precisam de muitos amigos. A maioria acredita, na verdade, que você não pode ter mais do que alguns amigos, porque conhecer pessoas de maneira boa é quase impossível. Se você conhece muitas pessoas, então, você tem muitos conhecidos – não amigos. Introvertidos valorizam profundidade e transparência em suas amizades. Eles querem amigos que os conheçam, aceitem e apreciem como eles são. E os introvertidos felizes sabem que esse tipo de amizade se desenvolve com o tempo. Então eles investem o tempo em alguns bons companheiros, e eles permanecem comprometidos com esses importantes relacionamentos através dos anos.

Jornadas Plenamente

Imagine por um momento … sua mente está calma. Você se sente confiante, inteiro e feliz na sua própria pele.

Jornadas Plenamente: o caminho para o Introvertido e Pessoa Altamente Sensível se abraçar, se capacitar e aprender a viver em harmonia consigo mesmo

3. Arranje tempo para pesquisar e pensar.

Pergunta: O que é uma receita testada e comprovada para um introvertido feliz?

Resposta: Um tópico – ou alguns tópicos – de interesse profundo, além de muito tempo ininterrupto para pesquisá-lo.

 

Os introvertidos geralmente têm menos interesses do que os extrovertidos, mas eles sabem muito sobre seus tópicos de estimação. Na verdade, eles são especialistas em seus assuntos preferidos, seja oficial ou não oficialmente. Quando introvertidos felizes querem ter um bom tempo depois de um longo dia, eles se estabelecem na frente de seus computadores, livros ou revistas por algumas horas. Eles sabem que não há nada errado em aprender mais sobre suas paixões. É parte de como eles relaxam e recarregam.

4. Trabalhe de acordo com sua personalidade.

Existem muitos tipos diferentes de introvertidos no mundo. Alguns são criativos, enquanto outros são analíticos. Alguns preferem trabalhar com pessoas. Outros gostam de completar tarefas e manipular objetos físicos. Alguns veem o quadro geral e outros cuidam dos detalhes. Uma coisa é certa: não há dois introvertidos exatamente iguais.

 

Por causa disso, os introvertidos felizes sabem que o trabalho não é de tamanho único. E eles entendem que precisam encontrar um emprego que se adapte às suas personalidades, paixões, pontos fortes e habilidades. Eles procuram trabalhos significativos e satisfatórios que não os estimulem demais ou exijam muita interação com as pessoas. Encontrar o encaixe certo leva tempo, eles estão dispostos a ficar lá, aprender novas habilidades e experimentar coisas novas até encontrarem o trabalho que deveriam fazer.

VOCAÇÃO & PERSONALIDADE

Descubra as carreiras que mais combinam com você aumente, e as suas chances de realização e sucesso!

5. Aprenda a estar confortável em sua própria pele.

Finalmente, introvertidos felizes estão confortáveis ​​sendo eles mesmos. O mundo diz que eles precisam ser mais extrovertidos e sociais. Julga e critica-os por suas tendências de ouvir, em vez de falar e pensar antes de falar. E isso desdenha da sua necessidade de tempo sozinho. No entanto, apesar do que a cultura e a sociedade dizem, os introvertidos felizes permanecem fiéis a si mesmos. Eles sabem que não estão confusos: foram criados para serem como são.

 

Além disso, enquanto todos os introvertidos estão mais confortáveis ​​em suas mentes e no mundo dos pensamentos e ideias, eles sabem que não podem ficar lá. Eles precisam compartilhar suas ideias. Assim, ao longo do tempo, eles desenvolvem confiança para expressar suas opiniões e ver suas ideias em existência. Todo o tempo, eles permanecem fiéis à sua natureza introvertida. Eles reconhecem que participar não significa tornar-se extrovertido. Em vez disso, eles aprenderam a contribuir com os tesouros de suas identidades únicas como introvertidos felizes.

A sua introversão traz algum tipo de bloqueio para a sua vida pessoal ou profissional?

Eu sou uma Humanistic Professional Coach IHCOS®, e trabalho com introvertidos, criativos, e pensadores profundos auxiliando-os a conhecerem a si mesmos, desenvolverem autoestima, capitalizarem as suas forças pessoais e aprenderem  a como florescer em uma cultura amplamente extrovertida.

Gosta do nosso conteúdo?

Assine agora e receba mensalmente as atualizações do nosso site!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Nós não negociamos endereços de email! Você poderá sempre cancelar a sua subscrição!

2 replies
  1. a cozinheira
    a cozinheira says:

    gostaria de um aconselhamento referente ao tópico 5 desta lista. Mais precisamente algo relacionado com este trecho: “Além disso, enquanto todos os introvertidos estão mais confortáveis ​​em suas mentes e no mundo dos pensamentos e ideias, eles sabem que não podem ficar lá. Eles precisam compartilhar suas ideias. Assim, ao longo do tempo, eles desenvolvem confiança para expressar suas opiniões e ver suas ideias em existência.”
    eu percebo que durante a interação social eu fico observando a conversa,acompanhando e processando o que os outros estão falando,mas me esqueço de participar,de tão entretido que estou,acabo esquecendo de por meu posicionamento,de me tornar participante ativa também da conversa,sair da posição da observadora. Recentemente, nas minhas tentativas de socializar mais, percebi o quanto isso me atrapalha, pois até mesmo quando eu sou interrompida deste ritmo de observadora por que alguém fez uma pergunta diretamente à mim, eu levo um tempo pra entender que a pergunta foi dirigida a mim, outro tempo pra entender o que foi perguntado e mais outro tempo pra pensar na resposta e até responder. Nisso tudo parece que estou ignorando a pessoa ou então a conversa vai pra frente sem que eu consiga responder. Ou quando respondo,a resposta sai pouco clara. Você tem algum conselho para como lidar com isso, melhorar minha expressão e assertividade e participação nas conversas e superar essa “lerdeza e falta de clareza” na comunicação?

    Responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] acredita que os introvertidos seriam mais felizes se pudessem se tornar mais extrovertidos? Há benefícios inconfundíveis associados à […]

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe aqui o seu comentário!