O que é a tipologia de personalidades Myers-Briggs?

A tipologia de Myers-Briggs, indicador tipológico, ou ainda classificação tipológica de Myers-Briggs (do inglês Myers-Briggs Type Indicator – MBTI) é um instrumento utilizado para identificar características e preferências pessoais. Katharine Cook Briggs e sua filha Isabel Briggs Myers desenvolveram o indicador durante a Segunda Guerra Mundial, baseadas nas teorias de Carl Gustav Jung sobre os Tipos Psicológicos. O CPP Inc., editor do instrumento MBTI, o chama de “a avaliação de personalidade mais amplamente utilizada no mundo”, com até dois milhões de avaliações administradas anualmente. O CPP e outros defensores afirmam que o indicador atende ou ultrapassa a confiabilidade de outros instrumentos psicológicos e inclui relatos do comportamento individual.

Conceitos

Tipo e dicotomia

Um conceito fundamental para o MBTI é “Tipo Psicológico”. A ídéia é que os indivíduos acham certas maneiras de pensar e agir mais fáceis que as outras. O MBTI postula a existência de quatro pares opostos de maneiras de pensar e agir, chamados dicotomias (dimensões). As preferências são normalmente indicadas por letras maiúsculas que indicam cada uma destas quatro preferências.

As quatro dicotomias

As dicotomias

Extroversão – Introversão
Sensorial – iNtuição
Razão (‘T’hinking)  – Sentimento (‘F’eeling)
Julgamento – Percepção (‘P’erceiving)
Os quatro pares de preferências ou “dicotomias” são apresentadas na tabela abaixo:

MBTI

Os termos usados para cada dicotomia têm significados técnicos específicos relacionados ao MBTI, que diferem do seu significado cotidiano. Por exemplo, pessoas com uma preferência para julgamento em relação à percepção não são, necessariamente, mais críticos ou menos perceptivos.

Além disto, o MBTI não mede as aptidões: apenas mostra que uma preferência se sobressai a outra. Uma pessoa que informa alta pontuação para extroversão em relação à introversão não pode ser corretamente descrita como mais extrovertida: ela simplesmente tem uma preferência evidente.

Extrovertidos (E). Obtém sua energia através da ação; gostam de realizar várias atividades; agem primeiro e depois pensam. Quando inativos, sua energia diminui. Em geral, são sociáveis.
Introvertidos (I). Obtém sua energia quando estão envolvidos com idéias; preferem refletir antes de agir e, novamente, refletir. Precisam de tempo para pensar e recuperar sua energia. Em geral, são pouco sociáveis.

Atitudes (E-I)

Extrovertidos (E). Obtém sua energia através da ação; gostam de realizar várias atividades; agem primeiro e depois pensam. Quando inativos, sua energia diminui. Em geral, são sociáveis.

Introvertidos (I). Obtém sua energia quando estão envolvidos com idéias; preferem refletir antes de agir e, novamente, refletir. Precisam de tempo para pensar e recuperar sua energia. Em geral, são pouco sociáveis.

Funções (S-N e T-F)

As dicotomias Sensorial-Intuição e Pensamento-Sentimento são frequentemente chamadas de Funções MBTI. Os indivíduos tendem a preferir uma dicotomia em relação à outra .

Sensoriais e Intuitivos – Descrevem como a informação é entendida e interpretada.

Sensoriais (S). Confiam mais em coisas palpáveis, concretas, informações sensoriais. Gostam de detalhes e fatos. Para eles o significado está nos dados. Precisam de muitas informações.

Intuitivos (N). Preferem informações abstratas e teóricas, que podem ser associadas com outras informações. Gostam de interpretar os dados com base em conhecimento prévio. Trabalham bem com informações incompletas e dedutíveis.

Racionalistas e Sentimentais – Descrevem como as decisões são realizadas.

Racionalistas (T). Decidem com base na lógica e procuram argumentos racionais.
Sentimentais (F). Decidem com base em seus sentimentos (não confundir com emoções).

Estilo de Vida (E-I)

Myers e Briggs perceberam que as pessoas podem ter uma preferência pela função de julgamento (J) ou pela função de percepção (P). A isto chamaram o embaixador para o mundo externo. Grosseiramente um Julgador tentará controlar o mundo, enquanto um Perceptivo tentará se adaptar a ele (são aventureiros).

Julgadores (J) – Sentem-se tranquilos quando as decisões são tomadas.
Perceptivos (P) – Sentem-se tranquilos deixando as opções em aberto.

Os 16 Tipos

As quatro dicotomias correspondem 16 tipos psicológicos que podem ser divididos em 4 grupos de temperamentos (ordenados segundo a frequência na população nos Estados Unidos):

SJs’ ou Guardiões (46,1%) SPs’ ou Artesãos (27%) NTs’ ou Racionais (10,4%) NFs’ ou Idealistas (16,5%)

Guardiões

SJ’s

Artesãos

SP’s

Racionais

NT’s

Idealistas

NF’s

O MBTI é frequentemente utilizado nas áreas de aconselhamento de carreira, pedagogia, dinâmicas de grupo, orientação profissional, treino de liderança, aconselhamento matrimonial e desenvolvimento pessoal, entre outros.